Como tratar impotência sexual

O problema da impotência sexual tem atingido um número crescente de homens a cada ano e por isto é um assunto que preocupa a muitos e de certa forma com razão, estudos confirmam que todo homem vai passar por algum problema de impotência pelo menos 1 vez durante sua vida, ou seja, ninguém está livre de passar por isto.

A questão é que muitos se desesperam e logo ficam com medo de ter que passar por algum tratamento como cirurgia ou algo assim. A verdade é que pouquíssimos casos necessitam de uma intervenção agressiva assim, isto porque cerca de 90% das vezes o problema é causado por algum fator psicológico como stress, depressão, ansiedade, problemas na área financeira, excesso de preocupações e por aí vai.

É comum por exemplo no caso que um homem tem tentado conquistar uma mulher muito bonita por muito tempo e quando consegue a ansiedade atrapalha na hora H, a mesma coisa numa balada quando existe pressão de outras pessoas ao redor para ficar com fulana ou ciclana ou quando você pensa que as mulheres esperam muito do seu desempenho sexual.

A resposta então é se manter calmo, tentar se livrar da ansiedade ou qualquer sentimento negativo e provavelmente você não vai ter problemas desta natureza, mas caso ocorra algo mesmo com a pessoa se sentindo bem, não estando ansiosa ou com estado psicológico afetado por depressão ou stress, não é motivo para alarde, uma imunidade baixa, cansaço ou falta de disposição também atrapalham na hora do sexo.

Para estes casos tem uma solução muito simples, os tratamentos naturais como o Azupower resolvem em mais de 90% dos casos, devolvendo a disposição, energia, libido e dando mais vigor sexual. Estes produtos também influenciam diretamente no órgão sexual estimulando a ereção e fazendo com que ela seja mais durável, então está aí uma solução simples e eficaz, veja o que falam disso:

Se, e somente se nada disso comentado anteriormente funcionar que você deve pensar em verificar com algum médico se seu problema necessita de alguma intervenção cirúrgica.

Isto não quer dizer que não precisa ir ao urologista, ao primeiro sinal de problema é bom marcar uma consulta, mas provavelmente o médico vai te indicar as soluções descritas acima ou coisas parecidas a isto, então desencane, não vale a pena ficar preocupado, pensando besteira e sofrendo por antecipação, sendo que quase sempre não há de ser nada grave 😉

Saiba o que é a disfunção erétil

Para aqueles que não conhecem a expressão disfunção erétil, ela nada mais é que a impotência sexual masculina. Essa alcunha nasceu para tratar a ideia de uma dificuldade de manter uma ereção firme o suficiente para que haja penetração.

disfuncao eretil

O que é uma disfunção erétil

Como foi dito anteriormente, a disfunção erétil se caracteriza pela dificuldade em se obter uma ereção que permita a penetração e assim auxilia para efetivação do ato sexual.

A impotência ocasional é algo muito comum, principalmente quando a pessoa está passando por algum tipo de estresse, e isso acaba por refletir na qualidade de uma ereção. Porém, quando essa situação começa a se repetir muito pode sinal de algum problema de saúde, logo, é preciso procurar um médico para que possa fazer o tratamento apropriado.

Em alguns casos pode ser algo relacional a parte psicológica, e se assim, deve ser encaminhado para um profissional capacitado na área.

Existem alguns problemas que podem estar associados a disfunção erétil, mas não são necessariamente causados por ela, como:

  • Ejaculação precoce
  • Ausência de ejaculação
  • Falta de interesse em sexo

Principais sintomas da disfunção erétil

Caso você tenha algum do sintomas abaixo e ele acontece com frequência, o ideal seria procurar um médico para entender o que acontece.

  • Dificuldades para obter uma ereção que viabilize a penetração;
  • Dificuldade em manter uma ereção durante o ato sexual;
  • Queda no interesse por ter relações sexuais.

Como abordamos antes nesse artigo, alguns sintomas podem estar ligados a disfunção erétil, como a ejaculação precoce e a retardada. É importante também, prestar atenção à presença de anorgasmia, que é quando não se alcança o orgasmo mesmo depois de estimulação vigorosa.

O que pode causar a disfunção erétil

São muitas as causas que podem estar relacionadas a um quadro de disfunção erétil, porém algumas são as presentes nos diagnósticos clínicos, como:

  • Doenças do coração;
  • Diabetes;
  • Pressão alta;
  • Hiperlipidêmica;
  • Alguns tipos de câncer;
  • Alguns tipos de cirurgia;
  • Obesidade;
  • Idade avançada;
  • Estresse;
  • Ansiedade;
  • Problemas no relacionamento amoroso;
  • Abuso de álcool e/ou drogas;

Para uma condição de impotência sexual basta ter um dos problemas anteriores, ou a soma de alguns. A melhor pessoal para ter um diagnóstico e prover um tratamento, é um profissional de saúde competente.

Principais tratamentos para a disfunção erétil

Os tratamentos para a disfunção erétil estão ligados a causa que levou ao problema. Logo, são muitas as possibilidades de abordagem, e também pode existir a soma de opções, como quando acontece da pessoa passar por um transtorno físico e também psicológico.

Os medicamentos mais usados pela medicina convencional estão ligados ao estímulo do fluxo sanguíneo para o pênis, e são eles:

  • Stendra;
  • Cialis;
  • Viagra;
  • Androderm;

As opções de tratamento natural mais utilizadas, são:

Para pessoas que sofrem com o transtorno e tem causa psicológica, pode ser utilizada uma terapia à base de conversa, identificando a causa e tentando resolver o problema, como é o caso da depressão e ansiedade.

Existem outros tratamentos alternativos que são muito procurados, como é o caso dos seguintes:

  • Massagem prostática;

Para saber mais sobre o assunto, assista a esse vídeo: