O que é a alopecia areata

A alopecia nada mais é do que a perda de cabelos que pode ocorrer em diversas áreas de nascimento dos cabelos. Dependendo da forma como ocorre, do local ou da causa, ela pode receber nomes diferentes.

Justamente por isso que hoje vamos falar sobre um tipo de alopecia que é a alopecia areata, que possui características e causas específicas.

O que é a alopecia areata?

A alopecia areata nada mais é do que uma condição que se caracteriza pela perda de pelos e cabelos em diversas áreas do corpo.

Essa perda ocorre formando falhas nos cabelos ou pelos que são de formato oval ou circular.

Em certos casos, o quadro pode evoluir bastante, até causar a perda de todos os pelos do corpo, incluindo sobrancelhas e cílios. Esse é um problema que ocorre com cerca de 1 a 2% de toda a população.

Quais são as causas da alopecia areata

A causa da alopecia areata é um problema cuja causa ainda não é completamente conhecida pela ciência. No entanto, o que se sabe com certeza é que ela é uma doença autoimune.

Isso quer dizer que o próprio organismo ataca o tecido corporal saudável e o destrói, por engano, causando a perda de pelos. É portanto um tipo de doença e algo diferente da queda de cabelo normal que pode ser combatida com Hairloss Blocker ou outros produtos.

Nesse caso, as estruturas que são atacadas são aquelas responsáveis pela formação dos pelos.

Sintomas da alopecia areata

Embora esse tipo de alopecia seja caracterizado principalmente pela perda de cabelos, ela também pode causar sensação de coceira ou queimação nas regiões em que a queda está acontecendo.

Além disso, vale ressaltar que a alopecia areata tende a ser bem mais comum no couro cabeludo, mas ela também pode acontecer na sobrancelha, pelos dos braços e pernas, barba a etc.

Os locais onde as quedas ocorrem são lisos e circulares, havendo a possibilidade de que a pele da região apresente uma coloração rosada.

Pode ocorrer ainda de que o paciente perceba pequenos relevos na superfície das unhas, também com furinhos.

Pode ser ainda que esse tipo de alopecia esteja associado com outro tipo de doença autoimune, tais como vitiligo e lúpus, entre outras.

O mais importante de tudo é procurar por um profissional logo no surgimento dos primeiros sintomas, podendo ser recomendado o acompanhamento psicológico do paciente.

Veja mais algumas informações sobre Alopecia:

Deixe uma resposta

Nome *
E-mail *
Site